• 4 de Janeiro de 2011 (atenção à questão do paradigma, sempre jeitosa em entradas de leão ou leoa):

Maçonaria: «É preciso um registo de interesses»

Defendeu a vice-presidente da bancada do PSD na TVI24

  • 5 de Janeiro de 2011 (a saída de sendeira, já sem novo paradigma):

Relatora do PSD diz que titulares de cargos públicos não têm de revelar pertença a sociedades secretas

O que precisamos é de um pingo de vergonha em algumas caras. Já basta um pingo. Doce ou amargo.