… porque há sempre o sector que defende que 61% é muito mais do que 59% de incapacidade e que tudo isto é passível de determinação científica.

Isenção no cancro só com 60% de incapacidade