Não, do modo nenhum, mesmo que eu tivesse muito dinheiro – não o gastaria em passagens de ano na Madeira.