Hoje em moldes diferentes, cortesia do Luís Guerreiro. A acompanhar com qualquer base de um fado tradicional de Lisboa, daqueles que parecem sempre o mesmo, apesar de património imaterial e tal.

Fado do Paineleiro #2

Para pagar os comprimidos para o meu cão que é cardiaco,
… Ando práqui a pintar a preços baixos.
Devido à crise que assola a minha Pátria,
Sou obrigado a praticar o “Downpricing”

Voltei a praticar os preços de 1998,
E digo isto sem alegria.
Para os clientes é muita louyco
Comprar os meus azulejos, na escudaria.

Mesmo assim ainda regateiam os preços,
E o que querem mesmo é o mais barato.
Voltei aos preços de antigamente,
Porque a malta não tem dinheiro nem pró tabaco…

Neste drama português,
Já pensei em emigrar,
para Angola e ser um Soba!
Mudei de ideias quando me falaram que lá,
Tinha de ter dinheiro prá “Gasosa”

Minha CRUZ