Afinal o problema foi saber-se.

O fantástico é que há gente a tratar isto como se fosse um assunto sério e não apenas um coiso da Nação a dizer uns disparates lá no tasco da esquina, a fazer-se de homem com grande peito.