Maratona de cartas 2011

A Maratona de Cartas é o maior evento de Direitos Humanos e, este ano, realizar-se-á de 3 a 17 de Dezembro. Durante estes dias milhares de pessoas espalhadas pelo mundo terão a oportunidade de escrever cartas em prol de indivíduos e comunidades em risco. O objectivo é chamar a atenção para estes casos, o que poderá resultar numa melhoria das condições dos indivíduos e comunidades visadas.

No ano passado conseguimos aproximadamente 636.000 cartas em mais de 50 países. Este ano contamos com a sua ajuda para ultrapassar este número. Quantas mais cartas forem enviadas, maiores serão as possibilidades da melhoria das condições dos 5 casos que este ano iremos defender.

Você também pode organizar uma Maratona de Cartas
Poderá organizar uma Maratona de Cartas na sua escola, no seu local de emprego ou noutro local onde possa juntar pessoas que queiram participar neste tipo de actividades. Saiba como aqui.

O que é necessário
Necessitará das respectivas autorizações dos locais e de material, como uma mesa, computador (opcional), papel, envelopes, canetas e uma caixa para depositar o valor do selo (0,68€ para a Rússia e 0,80€ para os restantes países). Caso não seja possível recolher dinheiro suficiente para colocar as cartas no correio, poderá enviá-las para a Amnistia Internacional Portugal e nós encarregamo-nos delas.

Informação e divulgação
Pedimos que informe a Amnistia Internacional sobre o evento que pretende realizar, pois ajudaremos na divulgação através da nossa página e enviaremos os materiais para a Maratona. Os pedidos de material e de informação devem ser enviados para: a.monteiro@amnistia-internacional.pt

Pedimos também que nos envie (para o mesmo email) o documento do feedback da actividade (para contabilizarmos o total de cartas escritas em Portugal) e o documento com os contactos das pessoas que pretendem receber informações sobre a Amnistia Internacional Portugal. Poderá também partilhar connosco as fotografias do evento.

Saiba mais sobre como pode organizar a maratona de cartas.

Se não tiver a possibilidade de organizar uma Maratona de carta, poderá ser sempre assinar as cartas individualmente.