Uma edição do Expresso com uma interessante faceta pró-greve geral. Carvalho da Silva nos altos da semana, logo a seguir a Mário Soares por causa daquele manifesto de que já nos estamos a esquecer.

Um editorial favorável.

Uma peça de Rosa Pedroso Lima muito confortável sobre a greve geral, acompanhada de depoimentos todos no mesmo sentido: o de que a ngreve marcou um evento muito importante e que o governo deve rever posições.

O Expresso ao serviço do povo, pois então!

Ou então com receio que os protestos se tornem inorgânicos e extravasem a capacidade de enquadramento que as centrais sindicais permitem, em especial a CGTP.