O texto, a partir de um comentário, chegou-me ontem, mas só hoje consegui…

De como a direita e a esquerda se tornam iguais ou a confirmação de que os extremos se tocam:

  • para uns, todos têm que fazer greve, isto estava-se bem é na Coreia do Norte porque lá o povo é que manda pá e é feliz.
  • para outros, se eu mandasse não havia cá greves nenhumas isto no tempo do salazar é que era bom e o povo era feliz.

Os que fazem greve são todos uns oportunistas e uns chulos e e os que não fazem greve são todos uns oportunistas e uns chulos, pá.

Os piquetes que impedem a não greve são os patrões da esquerda, os patrões que impedem as greves são os piquetes da direita. Tão diferentes e tão iguais!
para todos os outros, os (poucos) que acreditam na democracia, os que decidiram em consciência o que fazer ontem, sem pressões e sem pressionarem, os desejos de UM BOM DIA!

Ana Silva