Mas isto agora é só crómios?

Gaspar elogia “excelência de inúmeros funcionários públicos”

Quantos são inúmeros? Todos e mais alguns ou só os que não vão ser (des)mobilizados de forma especial e enr@b@dos salarialmente falando?