Afinal era só um parecer pedido por uma associação de juízes. Been there, done that.

Já agora… quem é o(a) autor(a) do parecer?

Fica aqui o que tinha escrito antes… e que era parvo porque sem aprovação na especialidade era impossível uma apreciação pelo TC. Isto é de ser 2ª feira…

Chega-me por sms algo que me custa acreditar, ou seja que o Tribunal Constitucional defendeu a legalidade do Estado de Direito, sem olhar à necessidade do governo em funções.

Aguardo confirmação, assim que consiga ultrapassar o Estado de Pasmo que se me acometeu.