Quinta-feira, 20 de Outubro, 2011


E que tal mudar de lentes?

… pois pode conduzir a estratégias pessoas ultra-defensivas e a uma paralisia causada pelo receio de arriscar seja o que for.

Despedimento de professores do quadro é inevitável, diz Fenprof

Será que o alargamento da escolaridade para 12 anos não permitirá uma expansão do Secundário que absorva parte do que se adivinha quererem tornar excedentário no Básico?

… já não sei se não faz um ligeiro sentido trocar isto pela manutenção dos subsídios, que é o que não surge na notícia. Manter os 14 meses de salário em troca do pagamento destas despesas.

A verdade é que agora toda a gente tem ideias… mesmo as que são completa e absolutamente inconstitucionais. Mas a Constituição já é um luxo nos tempos que correm…

Ferreira Leite: saúde e educação pagas por quem pode

(…)

Manuela Ferreira Leite não acredita que quando se fala em medidas temporárias «seja por dois ou três anos; devem ser muitos mais anos». Mas a austeridade «deve ser acompanhada com reformas» na estrutura do sector público e quem pode pagar por saúde e educação devia ser obrigado a fazê-lo, nem que seja durante dois ou três anos.

A ex-ministra das Finanças admite mesmo que as medidas de austeridade aumentem o risco de espiral recessiva.

A despesa que decorre dos serviços, «da má gestão», as chamadas «gorduras» – «essas não precisamos de estar em crise para as cortar». Está em causa um «problema moral, ético, de dinheiros públicos que não devem ser desperdiçados».

Não chega um professor trabalhar mais horas, para matar a fome a quem a tem.

« Les enfants ne laissent pas les problèmes de la maison à la porte de la classe ! »

Ao segundo dia, os manifestantes gregos atacam-se uns aos outros

A violência entre facções eclodiu na manifestação que decorre em Atenas contra um novo pacote de austeridade. Segundo as agências noticiosas, grupos de esquerda digladiam-se uns contra os outros munidos de bastões e de bombas incendiárias.

Man killed in Greek austerity protests – live

• 53-year-old construction worker dies in Athens

ETA anuncia tras 43 años el “cese definitivo” de la violencia terrorista

« Página anteriorPágina seguinte »