Quarta-feira, 5 de Outubro, 2011


Escola paga contra indicações de Crato

O Agrupamento de Escolas de Pinheiro, em Penafiel, pagou compensações, por caducidade de contrato, aos professores que ali deram aulas no ano passado, mas não foram reconduzidos ou ficaram sem colocação. A decisão é marcante e contraria indicações transmitidas a 8 de Junho às escolas, pela Direcção-Geral dos Recursos Humanos da Educação (DGRHE), cuja circular nº B11075804B determinava que “não há lugar à compensação”.

Anúncios

Pink Floyd, Money

“Aquilo que está a ser feito, também na Educação, é um esforço para ajustar os orçamentos às necessidades reais e às possibilidades reais do país que temos”, explicou.

A Educação tem estado, portanto, desfasada do país?

O governante explanou que se vai “cortar prioritariamente nas áreas em que existam mais possibilidades de o fazer” e que se vai fazer uma “reorganização central e regional” porque o “sistema educativo não pode estar desfasado da realidade nacional”.

Página 25 dos beneficiários do Intervir+ na RAM:

Se as regras foram cumpridas, a comparticipação regional na construção da sede e centro de formação do Sindicato dos Professores da Madeira (Despesa Pública – Comparticipação do FEDER) foi de 522.152,57 €. Meio milhão de euros. Como a despesa pública elegível é equivalente ao custo total elegível, isto significa que o SPM teve a coisa de borla.

Retiro críticas à presença de AJJ na dita inauguração. No fundo, a bem dizer, ele era o único que tinha o bilhete comprado. Os outros eram turistas ou meros locatários.

Escrevi esta tarde um pequeno texto para publicação no fim de semana, que começa assim:

Fui um dos que acolheram com enorme expectativa a nomeação de Nuno Crato para ministro da Educação (…).

Depois… logo lêem o resto.

Página seguinte »