… de um enginheiro que usou dinheiros do Estado para parecer patrono das artes, acabando tudo numa enorme misturada com bêcêpês e caixas à mistura, num dos maiores exemplos de promiscuidade público-privada. E neste caso há gente com muito bom nome que se acagachou e calou, só para não perder parte do que achava ser de seu direito.

Berardo: a avaliação da Christie’s nunca divulgada

O Expresso teve acesso aos valores que a conhecida leiloeira atribuiu a cada peça da Coleção Berardo. Veja algumas das obras cujos preços estão a suscitar dúvidas ao Governo português.