“Alguns de vós disseram ‘sim, mas…’ [ao meu discurso]. Por favor, entre pró-europeus, não digam o ‘mas’. Digam apenas ‘sim’. Aos vossos mais próximos, mais queridos, à vossa mulher, à vossa namorada ou ao vosso marido ou namorado, não dizem ‘eu amo-te, mas…’. Vocês dizem ‘Eu amo-te, eu apoio-te’. O que precisamos é do vosso apoio para uma Europa mais forte”, disse Durão Barroso, deixando-se empolgar pelas suas palavras. Entre risos, a câmara aplaudiu o presidente da Comissão.

No meu caso depende um bocado de um exame em vestes de banho e de cerimónia, não estando fora de causa a necessidade de uma prova prática, porque os tempos não estão para promessas…