Confesso que. Sei lá. Os apelos, os alertas, desde de 19…., do ano 2000.

E a Judite de Sousa colabora: os seus apelos esbarraram num muro de ausência de reacção.

Um muro de ausência…

Isto é do melhor.