Os alunos diminuem, os cursos fecham, mas as clientelas aumentam.

Universidades públicas e politécnicos continuam a contratar professores