… no combate a tudo o que empobrece o país, delapida os recursos públicos e corrompe os costumes:

Alegada especulação de 3,62 euros leva farmácia a tribunal

O Tribunal de Barcelos começa a julgar na segunda-feira a proprietária de uma farmácia do concelho “apanhada” com um medicamento à venda por um preço superior em 1,81 euros ao máximo permitido pela Direcção-Geral das Actividades Económicas.

Em causa estão duas embalagens de Venex Forte, um medicamento indicado para o tratamento de varizes, o que significa que a farmacêutica vai a julgamento por 3,62 euros.