Fica um pedaço confuso quando não se é bom leitor, até pode ser que os ditos diferentes jornalistas sejam um braço armado da central – uma estratégia inovadora e comprovadamente eficaz. Melício continua imortal, viva a luta.