Segunda ronda negocial, FNE e FENPROF questionam a necessidade de  quotas, Secretário de Estado “não recusa qualquer proposta”. Ministério pretende ter um acordo até nove de Setembro. Mário Nogueira levanta dúvidas sobre a não avaliação dos professores dos últimos escalões. Professores passam a ter 72 horas para se apresentarem na escola onde foram colocados.