Terça-feira, 23 de Agosto, 2011


OK Go and the Muppets, Muppet Theme Song

Exame de Física desapareceu

O exame nacional de Físico-Química de uma aluna da Escola Secundária de Cantanhede (ESC) desapareceu quando a estudante fez o pedido de reapreciação da prova.

Diaxo!

Se de acordo com o despacho10580/2011, a função de relator está esvaziada de sentido e os horários para 2011/12 não devem contemplar a redução correspondente, não percebo como os colegas se podem sentir em condições para ler os RAA, avaliá-los e preencher toda a restante papelada que é necessário preencher em todas as escolas e agrupamentos onde o prazo para entrega dos tais coisinhos, mais folhas de evidências, é dia 31 de Agosto.

E se os avaliados pedirem reuniões para esclarecer as coisas e protestarem e obrigarem ao que deveriam obrigar, com recursos e tal? Fazem tudo em regime de voluntariado?

As coisas só avançam e terminam porque há quem se deixe sujeitar a tudo. Há relatores que, ainda gostava de saber porquê, até aceitaram sê-lo sem que lhes fosse concedida a tal redução, legalmente decretada. Deve ser o complexo chico-entre-a-espada-e-a-parede.

Facturas não contabilizadas no valor de 6,78 milhões de euros foram “encontradas numa sala” do Instituto do Desporto, revelou esta terça-feira o ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, na comissão de Educação, Ciência e Cultura.

Ainda se vai “descobrir” da falsidade das facturas, deduzindo da careta d’espanto do Laurentino.

Segunda ronda negocial, FNE e FENPROF questionam a necessidade de  quotas, Secretário de Estado “não recusa qualquer proposta”. Ministério pretende ter um acordo até nove de Setembro. Mário Nogueira levanta dúvidas sobre a não avaliação dos professores dos últimos escalões. Professores passam a ter 72 horas para se apresentarem na escola onde foram colocados.

Vítor Pereira considera que impasse na arbitragem poderia ter sido evitado

L’appel de très riches Français : “Taxez-nous !”

Agon, Bettencourt, Margerie, Perdriel, Riboud, Schweitzer… Seize “très hauts revenus” affichent leur solidarité et demandent une “contribution exceptionnelle”.

  • Para a entrega de bué de RAA.
  • Para a saída das colocações (nunca percebi porque não é a 29 de Agosto, por exemplo, deve ser dum bug).

A frase mais repetida no parecer (contraproposta???) do SPLIU sobre a proposta de ADD do MEC.
Assine-se já o acordo.

Plenários de professores e educadores em todo o país

Tendo em conta que a última reunião do processo negocial se encontra prevista para 9 de setembro e que a FENPROF, antes dessa reunião, pretende discutir com os professores a posição final a manifestar junto do MEC e debater as condições que poderão levar a que seja acionado o processo de negociação suplementar, realizar-se-á em 7 de Setembro um Plenário Nacional de Professores, descentralizado por todas as capitais de distrito, que fica desde já convocado, sendo oportunamente divulgados os locais e horas da sua realização.

O Secretariado Nacional da FENPROF
23/08/2011

Falsos DACL

O MEC mandou a proposta às 23.30 de dia 12 e a Fenprof poderia ter enviado hoje, em horário que considerasse adequado, o seu pedido de esclarecimentos, que aqui se linka e se lamenta não apresentar soluções alternativas, tirando a conversa da matriz formativa. Tem, ainda, algumas incorrecções factuais, mas já não tenho pachorra para as apontar, excepto aquela em que dá a entender que os avaliadores poderão ser quase exclusivamente os docentes dos 8º e 9º escalões, quando de acordo com o modelo, podem ser apenas do 3º ao 5º ou 6º para os docentes obrigados a ter aulas assistidas nos 2º e 4º escalões.

Sobre o novo modelo de avaliação, o líder da Fenprof qualificou a reunião de “útil” apesar de não ter permitido “grandes esclarecimentos”. “Há duas matérias sobre as quais há divergências profundas: a questão das quotas e a implicação nos concursos”, afirmou Mário Nogueira, salientando que ficou estabelecido que na próxima reunião, marcada para dia 29, o Ministério ficou de esclarecer “todas as questões”.

O secretário-geral desta estrutura sindical garantiu ainda que “a eventualidade de um acordo” está dependente “das progressões” na carreira, actualmente congeladas, e que a posição final da Fenprof “dependerá dos seus órgãos e de uma consulta aos colegas”, que irá decorrer até ao dia 7 de Setembro, dois dias antes da data apontada pelo ministro Nuno Crato para fechar um acordo. Mário Nogueira lembrou, porém, que poderá ainda haver lugar a um pedido de negociação suplementar.

O sindicalista afirmou ainda que, no que toca à avaliação externa, o modelo proposto pelo Ministério “não é exequível”. Relativamente à isenção de avaliação dos professores colocados nos escalões de topo, Mário Nogueira revelou que a Fenprof requereu ao Ministério informação sobre “a distribuição dos professores escalão a escalão” pois neste momento “ninguém sabe quantos estão nos últimos escalões”.

A coisa é assim:

  • A reunião foi útil, mas ficou tudo por esclarecer.
  • Haverá consulta às bases até 7 de Setembro, o que será interessante de observar.
  • Afinal a posição sobre a isenção de avaliação depende de umas informações que se pediram e não de uma convicção.

Professores vão ter três dias para se apresentarem na escola

As colocações de professores para o próximo ano lectivo vão ser publicadas no dia 31 de Agosto mas em vez de apenas um dia para se apresentarem na escola atribuída os docentes vão ter três dias para o fazer. A revelação foi feita hoje pelo secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) à saída da primeira reunião para discutir o novo modelo de avaliação.

E as 72 horas são de que tipo? É que dia 3 é um sábado…

Colocações nas escolas TEIP: injustiças que urge denunciar e corrigir!

 

Sobre as negociações MEC/sindicatos.

Andando eu em plano inclinado para a absoluta franqueza e candura nestas matérias , só espero que o almoço me venha a cair bem…

Adenda: Não sei quê da troika e mudanças no alinhamento e coiso, levaram ao adiamento do convite quando eu já deglutia o almoço. Pois, porventura. Só que eu fecho o expediente a estas horas no dia 31 de Agosto.

Avaliação de professores, primeira ronda de negociações, os sindicatos “mais pequenos” .

Sindicatos querem trocar quotas das avaliações por classificações dos professores

Uma delegação de cinco sindicatos apresentou esta segunda-feira ao Governo propostas de alteração no sistema de avaliação dos professores, incluindo a troca do sistema de quotas para as diferentes notas por outro de classificações.

Sem especificar como funcionaria a proposta das classificações, o porta-voz dos sindicalistas, Carlos Chagas, presidente da Federação Nacional do Ensino e Investigação (FNEI), afirmou que não houve objecções da parte do Ministério da Educação: “Nem sim, nem não”, o que, “por omissão”, significa que as propostas “ficaram em cima da mesa”.

Santa ingenuidade…. levam, ao fim deste tempo todo, uma proposta não especificada e acham que ela fica em cima da mesa… Sim, fica lá e de lá não sairá…

As dificuldades económicas e o abandono escolar, uma reportagem da TVI.

As crianças perderam autonomia e estão sobrecarregadas de actividades, é a conclusão de Alberto Nídio Silva, sociólogo, Universidade do Minho

Com tão distinta idade, até as ideias merecem algum respeito, quiçá serem isentadas de verificação?

Discordo.

Página seguinte »