Tal como um projecto de ADD pré-eleitoral teve Santana Castilho como pai assumido, a proposta que chegou 6ª feira à noitinha aos sindicatos e comunicação social tem Ramiro Marques como progenitor orgulhoso de quase todas as medidas nela contidas.

A este facto convém acrescentar as declarações que lhe são atribuídas na página 12 do DN de hoje e segundo as quais a isenção de avaliação do 8º escalão para cima (com a qual concorda), «neutralizou o grupo que criava mais conflitos nas escolas».

Na mesma peça, pode ler-se quase a abrir que «os sindicatos não se opõem a esta medida».

Temos, portanto, uma aliança de posições nesta estratégia de neutralização, que deixa de fora alguns tipos esquisitos como eu e o Ricardo Silva da APEDE.

Mas, pelo menos, fica tudo muito mais claro. E é bom que se assuma quem aceita assinar por baixo este tipo de remendos e truques.

Anúncios