Horários zero, concurso e confusão.

Sindicatos dos professores reagem ao anúncio do ministro da educação sobre a saída de professores contratados.

Alunos passam das escolas privadas para as públicas. Segundo a Associação do Ensino Privado e Cooperativo, o ensino é mais caro no público que no privado, segundo a directora da escola Rainha D. Amélia, para além da crise, existe um reconhecimento da qualidade no ensino público.