Se é que o trânsito na ponte não me engarrafou a caminho.

Prometo que não falo no  norueguês a menos que me obriguem. Para malucos chegam os de cá que, por enquanto, só nos moem e juízo e limpam a carteira.