Balsemão receia “situação “apavorante” após prejuízos

Impresa passou de lucros a prejuízos de 32,6 milhões de euros no primeiro semestre do ano.

A Impresa está a fazer tudo para que a situação económica do grupo “não se torne apavorante”, afirmou Francisco Pinto Balsemão, presidente da sociedade, numa mensagem enviada ontem aos colaboradores, a que o Diário Económico teve acesso, e depois de ter reportado prejuízos de 32,6 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano.

A (falta de) publicidade é madrasta. Isto da comunicação social  vai-se parecendo cada vez mais com o futebol. Say no more.