Mail recebido por classificadores, reencaminhado a partir do respectivo agrupamento:

Exmo. Sr.(a) Director(a)

Prestes a iniciar a 2ª fase dos exames nacionais, venho agradecer, em meu nome e em nome do agrupamento que coordeno, toda a colaboração prestada pela Vossa instituição em todo o processo relativo à 1ª fase dos referidos exames.

Agradeço também que faça chegar a todos os docentes da Vossa Escola este agradecimento, dado terem sido igualmente parte fundamental do processo num período já de si desgastante e exigente.

Verificámos no entanto nesta 1ª fase, algumas lacunas que, sendo corrigidas contribuirão para um melhor trabalho.

Neste sentido, apelo a uma maior atenção, quer por parte dos vigilantes, quer por parte do Secretariado de Exames, para as seguintes situações:

  • ­ as duas rubricas dos professores vigilantes devem ficar no meio do espaço destinado de modo a que quando se proceda ao anonimato parte das referidas rubricas fique visível;
  • ­ os professores vigilantes devem verificar o preenchimento correcto e completo do cabeçalho, pelo aluno, em todas as folhas bem como o número de páginas utilizadas e respectiva versão (caso se aplique);
  • ­ assegurar o pleno anonimato, dado na primeira fase terem chegaram ao agrupamento algumas provas que identificavam o aluno e/ou a escola. Para tal, devem remover parte do cabeçalho em todas as folhas e certificar-se que o aluno não se identifica quer no cabeçalho fixo, quer nas respostas às questões, nomeadamente nas provas de línguas, se houver lugar à elaboração de alguma carta ou redacção;
  • ­ agrafar correctamente e por ordem as provas;
  • ­ não permitir que os alunos entreguem as provas com respostas elaboradas a lápis;
  • ­ preencher o registo das presenças e faltas, da mesma forma utilizada na 1ª fase, através do Google docs , (incluir o endereço) na primeira meia hora de prova, apelando ao cumprimento deste prazo, determinante para o rápido envio da informação para a Coordenação do JNE e também para uma célere selecção e convocatória dos professores classificadores que terão de levantar as provas no dia seguinte, não pondo em causa a comunicação a estes em tempo útil.

Relativamente ao processo de reapreciações que está a decorrer, o JNE determina que os documentos GAVE que foram distribuídos aos professores classificadores, não podem ser divulgados por serem material confidencial e muito menos podem servir de fundamentação ou alegação para o pedido de reapreciação, por parte do aluno. Assim apelo a uma cuidada leitura dos pedidos que entraram nas escolas, de forma a evitar indeferimentos futuros desses pedidos.

Cumprimentos,