Um terço dos deputados em empresas com negócios com o Estado

Levantamento foi feito por Paulo Morais, vice-presidente da Transparência e Integridade – Associação Cívica.

(…)

O responsável vai ainda mais longe e adianta que a Comissão de Ética tem servido para «branquear todo e qualquer conflito de interesses». «A Comissão de Ética tem sido uma das vergonhas do Parlamento», acusa.

Alguns deles consideram-se liberais e dizem que o Estado isto e aquilo (chiu… ninguém fale em branquear que me cheira a aguiar e a parquescolar)