Aparentemente sim. O Bloco e o PCP recusaram-se a receber os representantes da troika BCE/FMI/UE que está por cá. os argumentos apresentados valem o que valem. Para mim não valem grande coisa. Afinal, o que está em causa é informar os partidos, os parceiros sociais, etc, do que andam cá a fazer. Se o Bloco e o PCP discordam da ajuda externa, está no seu direito. Agora acho de uma lamentável falta de sentido mínimo cívico recusarem-se a falar com quem o solicitou. Nem que fosse para dizerem olhos nos olhos as suas razões, os encontros deveriam acontecer. Enclausurarem-se ambos nesta forma de estar, recusando sequer um diálogo, não serve para nada.

São capazes de agradar às bases mais radicais e aparecerem como muito patriotas a alguns distraídos, mas a atitude vale nada em termos práticos e representa um salto atrás de, pelo menos uma geração, em matéria de prática política. então, só se fala com tem a mesma opinião?