Vieram trazer-me à porta o 2º volume da História da Vida Privada em Portugal. Círculo de Leitores. Foi promoção, lá acedi. São livros interessantes, já o primeiro volume o era, mas falhava na área que melhor conheço. Este então falha estrondosamente na mesma matéria. Não é por falta de fontes. É por pudor. Ao que parece há uma estirpe de historiadores que tem pruridos em entrar nos afectos e nas alcovas do passado. Como falar de vida privada sem falar dos sentimentos, do amor, da sexualidade? Espantoso!