Meninas e senhoras que por aqui passeais, se me é permitido inquirir-vos, o que achais deste naco de gente que parece fazer furor por aí, sem que eu perceba se a titilação é mesmo meramente carnal, visto que ele quando abre a boca parece uma elsaraposo em dia de cliché-sobre-cliché?

Penso ser isto o exemplo de metrossexual que diz coisas como aquela que ali está sobre o que o atrai nas pessoas, em particular os princípios, a maneira de ser, os pequenos detalhes, sei lá…

Digam-me, senhoras e meninas, que eu hoje deu-me para arejar a temática, ao sair da secção da casa onde esta forma de imprensa costuma ser depositada. E nada de enganos, fui eu mesmo que comprei o exemplar (escondido atrás da última Penthouse), porque me facinam estas coisas, de um ponto de visto psico-antropológico.