… de todos os que preferem que se ocultem os desânimos, as divergências, as incompreensões. Quem prefere a névoa cinzenta à clareza das coisas.

Tal como em outras situações, não gosto de calar o que sinto ou escondê-lo. Há quem goste de apelidar isso como vaidade ou quezília, mas é apenas sinceridade.

Seria mais simples não escrever o post abaixo, fingir que não vi, passar adiante, ser estratega, sorrir e assobiar para o lado.

Lamento se não consegui.