… e quem assuma os erros e falhanços. Tomara eu que na política houvesse um pouco disto.

Ano e meio depois, Bettencourt sai de cena em Alvalade

Embora ontem a falta ou excesso de vista do árbitro só desse para um lado, nunca poderíamos ter perdido o jogo daquela maneira, caso tivéssemos uma equipa minimamente capaz. Ora, mesmo em tempo de contenção, a política de aquisições nos últimos anos tem sido miserável e a culpa não é apenas dos treinadores, é de quem escolheu a equipa técnica que envolve o futebol.