Que, por algum deslize jurídico-argumentativo de uma cautela providencial aceite, não fiquemos sem receber salário em Janeiro. Há algumas pessoas e famílias a quem faz falta.