Se um secretário de Estado e um ministro leram o mesmo discurso, num mesmo evento, separados por horas, porque não pode o engenheiro dizer quase o mesmo com um ano de intervalo?

E assim falou Sócrates…

Análise da mensagem de Natal do Primeiro-Ministro. A mesma cantiga de sempre. E já reparou que o discurso deste ano é uma imitação barata do de 2009? Confira aqui.