Segunda-feira, 27 de Dezembro, 2010


REM, It’s The End Of The World As We Know It (and I Feel Fine…)

Preparem-se para vos arranjarem uns horários à maneira. A dar Novas Oportunidades até às 10 da noite, sem qualquer suplemento… E é se quiserem manter o horário.

Eu bem disse que vale mais um bispo abespinhado que muitos peões aos gritos…

Recolha de ligações do Livresco:

Ministra ‘muito satisfeita’ com promulgação do diploma sobre ensino particular

Ensino particular sauda ‘magistratura de influência’ exercida por Cavaco Silva

Presidente não impôs condições, diz ministra da Educação

Alçada nega recuo do Governo

Ensino privado: PSD assinala «evolução» na posição do Governo

PCP critica “dualidade” de posturas de Cavaco quanto à educação

Na RTP1, o noticiário abriu com a contestação judicial aos cortes salariais na administração pública. Pela Fenprof, Mário Nogueira anunciou para 5 de Janeiro a interposição de providências cautelares em meia dúzia de TAF contra a norma do OE que decreta o corte salarial – estratégia que acho menos correcta e que será meramente dilatória – e, caso nada mude, a 25 de Janeiro, os professores devem apresentar acções individuais contra a medida que lhes for aplicada – o que será a forma mais adequada, mesmo se demorada de fazer a coisa.

FENPROF prepara combate jurídico contra redução salarial

SMMP vai avançar para os tribunais para travar decisão do Governo

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) quer impedir a redução de salários na administração pública e vai avançar para os tribunais, revelou à TSF o presidente João Palma.

… o Governo mandou às órtigas um acordo feito e assinado, neste caso com o PSD, no âmbito da aprovação do OE.

Para mim é a-b-s-o-l-u-t-a-m-e-n-t-e adorável a forma como vão sendo todos embarretados, em fila indiana, uns atrás dos outros, desde façanhudos sindicalistas a betos neo-liberais.

Tudo sempre com o beneplácito presidencial…

Governo quer mandar na nova entidade de finanças públicas

A entidade que o Governo se comprometeu a criar para que o PSD viabilizasse o Orçamento do Estado para 2011 será criada por decreto-lei, avança o Diário Económico desta segunda-feira.

O Governo «quer escolher sozinho quem vai fazer parte do novo Conselho das Finanças Públicas» que deverá escrutinar as contas do País, diz o jornal. A proposta de revisão da lei de Enquadramento Orçamental que o Executivo vai entregar ao Parlamento esclarece que este novo órgão «será criado e definido por decreto-lei», segundo a proposta de lei.

“A composição, as competências, a organização e o funcionamento do Conselho, bem como o estatuto dos respectivos membros, são definidos por decreto-lei”, lê-se na proposta que já deveria ter dado entrada na Assembleia da República, na semana passada.

Ou seja, será o Governo, através de decisões tomadas em Conselho de Ministros, a escolher sozinho quem fará parte desta nova entidade, quais as suas atribuições e em que termos irá funcionar.

Adorei…

Adorei…

Adorei…

… foi maior o garganteio do que outra coisa.

Cavaco promulga diploma que regula apoio do Estado ao ensino particular e cooperativo

O Presidente da República, Cavaco Silva, promulgou o diploma que regula o apoio do Estado aos estabelecimentos do ensino particular e cooperativo, depois de “um diálogo estabelecido” entre Belém e o Governo que deu origem a um “novo texto”.

O novo texto é em Arial Narrow 14, muito diferente do anterior, num clássico Times New Roman 12. Agora consegue ver-se muito melhor, mesmo com baixa luminosidade.

Se não tivessem umas pitadas maoístas a mais, eu recomendaria estas leituras ao nosso comentador copy/paste carlosmarques. As edições originais chilenas, que encontrei hoje,  são de 1973, as nacionais de 1976, pelo menos as que tenho.

 

Página seguinte »