Domingo, 26 de Dezembro, 2010


John Mayer, Half of my Heart

Alunos de uma escola de Viseu oferecem a sua semanada para comprar prendas

.
Decreto publicado na véspera de Natal reduz os complementos dos directores da escolas.

.

Funcionários do Ministério de Educação transferidos para as autarquias estão sem apoio na saúde.

Empresas públicas: mandato de 18 presidentes a terminar

Executivo irá reconduzir ou nomear novos presidentes para as empresas públicas.

Eis como se retira a cenoura a muitos directores, com um simples decreto-regulamentar. Continua a ser comovente assistir ao modo como o Governo e o ME, como sua extensão operacional a mando do Teixeira dos Santos, vão retirando o que concederam, prometeram ou acordaram.

O ridículo nisto tudo é que há esperanças, e não só, que julgam que isto vai lá com paninhos quentes e conversas sonsas. Mas a todos aqueles que aderiram ao novo modelo de gestão por conveniência ou convicção desejo muito mais coisas boas, em época natalícia. Em particular, aos que – para se safarem à vergastada – quebram qualquer solidariedade com outros directores e perdem por completo a face perante o resto dos docentes, que outrora foram seus colegas. Por isso, é que muitos não se incomodarão nada quando caírem do frágil pedestal e forem obrigados a dar aulas, como não fazem há demasiado tempo.

Como em 2011 está prometida nova vaga de mega-agrupamentos, serão muitas dezenas, ou mesmo centenas, os directores que verão o tapete fugir-lhes debaixo dos pés.

Teremos pena… mas só em alguns casos…

2009

2011

Há ali uma parcela de unidades de gestão, cujos órgãos levarão um corte de 150-200 euros mensais no suplemento, para além do que levarão no salário-base. No caso dos adjuntos, sinceramente, há situações em que a remuneração extra não compensa a colaboração com o sistema.

Ao acerto no número de alunos, haverá ainda que descontar os alunos em regimes nocturnos, que deixam de contar. Portanto… a pressão é para que essas alternativas deixem de funcionar. Como já não contam os formandos dos CNO que funcionam em escolas que precisam ficar abertas em regime nocturmo para os atender.

Mas o que pretende tudo isto: que um grupo cada vez mais restrito se convença que tem algo a ganhar em mega-agrupar. O problema é que, depois de o terem aceite, daqui por um ano sairá novo decreto regulamentar a cortar mais uns quantos euros no suplemento e perceberão o barrete que levaram.

Não deixa de ser curioso que estando previstos (em projecto e não só) giga-agrupamentos acima de 3.000-3.500 alunos, esses directores venham a ganhar o mesmo que em unidades de gestão com metade dos alunos.

Mas mesmo assim, são capazes de preferir aceitar do que perder o que vai restando em matéria de migalhas…

Sei que as generalizações são injustas, e não deixo já aqui de ressalvar que há muito boa gente que não merece isto, mas a verdade é que deixaram que a porta se abrisse.

Agora é vê-los a escancará-la.

E cada vez haverá menos posições para ganhar ou sequer manter, porque os têm agarrados pelos euros e não só…

Adenda: Ler este comentário, por exemplo, antes de me acusarem de generalizar…

Reparem lá a diferença entre as remunerações da coordenação de estabelecimentos de educação (vulgo escolas do 1º ciclo com ou sem pré) de 2009 para 2011 (via dr 5/2010) e a subtileza de remunerarem melhor os estabelecimentos integrados em megas…

É de uma subtileza atroz e faz uma diferenciação ridícula, até pela quantia envolvida…

Em 2009 (dr 1-B/2009):

Em 2011

2011: Mais de 600 mil desempregados disputam mercado de trabalho

País entrará no próximo ano com mais de 600 mil desempregados. Há 30 anos que não se verificava um número tão elevado e os especialistas estimam que não fique por aqui.

E a grande aposta dos doutores em spin do Governo é usar este exército de desempregados como ameaça para com os os que estão empregados, empurrando-os para a opção entre a proletarização ou a perda do emprego, visto existirem muitos candidatos disponíveis a cada lugar.

Está bem assim? Desfrutai, que não sei se a semana começará assim…

Página seguinte »