Domingo, 19 de Dezembro, 2010


Imagination, Body Talk

Desde que ouvi isto há um par de dias na M80 que a tentação é demasiado forte… A selecção musical esta semana que entra é capaz de fazer ranger os dentes a muita gente.

(c) Francisco Goulão

Não sei que diga, mas em Portugal, os alunos testados têm a percepção de que os professores faltam muito pouco em relação à média da OCDE. Os que sentem que as faltas atingem alguma dimensão são muito poucos e cerca de metade da média da OCDE. Já sei, já sei, tudo mérito da MLR…

Será?

Não falem nas aulas de substituição, porque elas implicam a falta de docentes…

A base de dados do PISA é um manancial de informações, umas pouco relevantes, outras interessantes. Neste caso, fui em busca da influência dos portefólios no desempenho dos alunos.

Antes de mais é curioso que na OCDE a proporção dos alunos que não usam portefólios duplica a que se verifica em Portugal.

Depois há um detalhe que acho muito interessante – até porque justifica (hélas, olhem-me a usar o PISA em proveito próprio!) a minha prática – que é o facto de em Portugal os melhores resultados se obterem claramente no caso dos alunos cujos portefólios são verificados 3 a 5 vezes por ano e em média na OCDE os resultados decaírem crescentemente a partir da utilização 1 ou 2 vezes por ano.

Que os portefólios podem e são úteis, não tenho dúvidas nenhumas. Que a obsessão com eles é prejudicial também acho. Por mim chega uma verificação a meio dos períodos mais longos e outra no final. Parece que é a prática mais sensata e, pelos vistos, a que menos prejudica os alunos…

Acho que tem havido debates entre os candidatos, mas julgo que só vi, no máximo, uns 10 minutos nos resumos e ia caindo para o lado de tédio galopante.

Consigo explicar muito bem as razões que me levam a não votar nos vários candidatos em presença. Tenho bastante dificuldade em encontrar razões para votar em algum e certamente que não me ocorre nenhuma para votar em quase todos.

Única surpresa: afinal o Defensor de Moura é interessante, enquanto candidato periférico.

Lo que de verdad ocultan los Gobiernos

El interés por los papeles de WikiLeaks se explica porque revelan como nunca antes hasta qué grado los políticos de Occidente han estado engañando a sus ciudadanos.

Itália: Televisões recusam passar anúncio lésbico

A RAI e a Mediaset recusaram passar um anúncio que tinha uma cena com duas mulheres na cama.

Página seguinte »