Quinta-feira, 9 de Dezembro, 2010


Da Weasel, Força (Uma Página de História)

… como eu, que assim lixei totalmente a minha campanha presidencial.

Alegre para os jovens: «Rebelem-se!»

os professores entre os mais credíveis profissionais no mercado. E o estudo também é da OCDE…

Estudo da OCDE sobre corrupção. Os portugueses consideram que a corrupção aumentou e consideram os políticos como os mais corruptos. Militares, professores e clero são considerados os mais honestos.
.

Estava um pouco demorado a reagirem…

Comunicado 01 | APEVT
08 de Dezembro de 2010 | 02:05 Horas | Porto

Marçal Grilo e David Justino vão falar sobre Educação na SICN.

Graças ao quink tive conhecimento de uma peça antológica, algo que ficará para os anais mundiais das entrevistas régias. Assim a modos que uma das raríssimas coisas que nos podem fazer ter orgulho em sermos como somos e não como poderíamos ser se o Machado Santos se tivesse acagaçado.

Dom Duarte Pio de Bragança já pediu a nacionalidade timorense. Ao i, abre a porta a pedir ainda a nacionalidade brasileira.

Dom Duarte serviu o chá, num bule japonês, oferta de um mestre do chá. O sabor adocicado das ervas não merece açúcar, assegurou. Depois recostou-se na cadeira. A sala da fundação Dom Manuel é escura, como imaginamos os castelos, e o dia negro não ajuda. Nas paredes, pinturas a óleo e resquícios de outro regime. Tinha estado ao telefone para Timor, na semana passada pediu a nacionalidade timorense. A brasileira pode ser a seguinte, “quem sabe”, diz. Para já, o país que será de Dilma deverá dar uma ajuda às contas nacionais.

(…)

É público que pediu a nacionalidade timorense.

O país com o qual tenho as relações mais íntimas e para cuja liberdade dei uma grande contribuição foi Timor. Espero que depois das minhas conversas com o Dr. Ramos-Horta e com Xanana Gusmão seja uma possibilidade. É um gesto de simpatia e de amizade para com Timor. O problema neste momento ainda é um problema legal, como não sou residente lá. Aliás, julgo que poderia pedir a nacionalidade brasileira, visto que a minha mãe é brasileira. Quem sabe…

Fica bem a um rei ter várias nacionalidades…

A rainha de Inglaterra tem dúzias de nacionalidades. Tem a nacionalidade de todos os países da Commonwealth.

(…)

A sua inquilina mais velha, a Dona Maria Luísa, ainda é viva?

Sim, tem 114 anos. É a minha inquilina mais engraçada. Neste momento, ela devolveu o apartamento. Pago-lhe parte das despesas do lar onde está.

Já tem cartão do cidadão?

Tenho o Bilhete de Identidade, enquanto não for obrigado não mudo.

E no BI, está escrito o nome completo: Duarte Pio João Miguel Gabriel Rafael?

Não, só tenho Dom Duarte Pio de Bragança. No registo de baptismo ficou o nome completo, mas só para a dimensão espiritual.

(…)

E a agricultura?

O meu irmão em S. Miguel é que se ocupa da quinta. Produz lá vinho e frutas, mas com grandes problemas económicos. Os agricultores estrangeiros recebem mais subsídios que os portugueses. Nós não recebemos subsídios praticamente nenhuns. Eu sou horticultor. Em Sintra, vou dando uma mão nas nossas hortas. Do que gosto mais são as nossas framboesas, são das melhores que há. Temos legumes frescos, galinhas e patos. As galinhas e os patos são óptimos para reciclar os restos de comida. Salazar criava galinhas em São Bento. O nosso primeiro-ministro podia começar também a fazer o mesmo.


Página seguinte »