Depois de ler muitos dos comentários ao post do malhanço, cheguei à conclusão que sim. É pena. Sempre pensei que a puridade não tinha preço. A minha não tem. Só que é de um modelo antiquado. Não pega de empurrão.

Já quanto a outros… será excesso de materialismo… não dialético.