PS deu «nega» à proibição de novas parcerias público-privadas

CDS queria proibir novas parcerias do Estado com empresas e reavaliar todos os contratos no prazo de três meses.

O PS rejeitou esta terça-feira um diploma do CDS que propunha a proibição de novas parcerias público-privadas e defendia a reavaliação, no prazo de três meses, de todos os contratos e das grandes obras públicas.

O projecto da bancada do CDS foi rejeitado com o voto contra do PS, a abstenção do PSD e PCP e os votos favoráveis do CDS e Bloco de Esquerda, durante a votação na especialidade das propostas do Orçamento do Estado (OE) para 2011, escreve a Lusa.