… em tempos que já lá vão, ali à entrada deste milénio, por aprendizes de feiticeiro como Miguel Fraquilho e mais alguns que estão aí de volta, agora à sombra de Passos Coelho, sempre muito entusiasmados com a nova novidade inovadora.

Houvesse vergonha… e estes teóricos de aviário ao menos deveriam explicar porque a sua fórmula mágica falhou, sem recorrerem, quais socratinhos, à conjuntura internacional e nunca a falhas suas…

Irlanda abre falência e pede socorro ao FMI/UE