Segunda-feira, 22 de Novembro, 2010


David Bowie, Under Pressure

É já a seguir.

Será que o 2º episódio da nova série do House acaba antes do início do P&C? O arranque foi de antologia.

Houve melhor, antes e depois desta cena…

 

Linkin Park, Waiting for the End

Seis estrelas numa escala de cinco. Feita à medida…

Eu continuo a achar, ao contrário de alguns aconselhamentos sindicais meio zézinhos, que esta é a leitura correcta e mete-se impressão estar de acordo com a DREN (que agora querem extinguir, depois de tão bem ter servido de casa de acolhimento a uma ex-sindicalista de pêlo na venta…).

Mas eu já cheguei à fase… pronto, ok, discordo, mas façam o que entendem...

Um comboio Lisboa – Madrid, só com 45 passageiros (mas vale a pena ver o tamanho do comboio para transportar 45 pessoas), choca com uma vaca e descarrila. Um técnico português não faz a mínima ideia como vão reparar a linha “é um material muito especifico… é um comboio”, já na reportagem da TVI, o técnico Espanhol explica como o vão fazer.  Ainda temos direito a ver um pedaço de vaca na linha do comboio.
Recolha e comentário do Calimero Sousa.
Estou a resistir a avacalhar mais a coisa…

Ensino deverá ser a nova área de expansão das PPP

Nos últimos cinco anos foram 44 os projectos contratados em regime de concessão e PPP, associados a investimentos de 17 mil milhões. Com a situação a que chegaram as contas públicas, o Estado poderá vir a delegar mais das suas funções.

Isto irá passar pela Parque escolar e a sua intervenção na gestão escolar.  Mas não só. Mesmo no sector que permaneça público-público, as Direcções irão receber uma transferência financeira para gerirem como entenderem…  bem mais magrinha do que a actual… e iremos ver como o objectivo final seja o contrato individual de trabalho, com remuneração-base minguada e eventuais compensações pelos resultados.

Claro que no caso dos contratos com os privados a gestão também irá ser apertada e sabemos bem que é apertado no final da corda…

Página seguinte »