… há  uma liderança com prioridades.

Berlusconi mandou colocar pénis e braços em esculturas com 2000 anos

Numa altura em que a crise obrigou a um corte de 46 por cento nos fundos para cuidar do património artístico italiano, por expressa vontade do primeiro-ministro Sílvio Berlusconi foram gasto 70 mil euros para um polémico restauro: colocar um pénis e braços num conjunto escultórico com quase 2000 anos.