Considera que os direitos adquiridos são uma burla e que não existem. Vale a pena responder-lhe?