Sábado, 6 de Novembro, 2010


Dá para fazer umas comparações muito interessantes entre blogs.

Lava o ego, que já de si é o que é… e sem sequer facebucar ou essas coisas assim…

Assim como saber que o Umbigo é o 5º blog do WordPress a nível mundial.

Considera que os direitos adquiridos são uma burla e que não existem. Vale a pena responder-lhe?

… porque correis o risco de ser queimado em vida como bruxo ou então ser apelidado como perturbado, iluminado, esotérico, messiânico, futurólogo, etc. Podia linkar mas depois amofinam-se…

… ler quem há um mês apoiava medidas contra os directores apresentar-se hoje compungido com o seu quotidiano. Não faço link para não me chamarem quezilento.

Juízes penalizados decidem legalidade de corte salarial

São 408 os juízes no topo da carreira que vão perder 550 euros com decisão do Governo de reduzir vencimentos,
O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) garante que o corte nos salários da Função Pública é ilegal e vai pedir audiências a todos os grupos parlamentares para solicitar a inconstitucionalidade da medida, caso esta seja aprovada na Assembleia da República. O sindicato admite seguir para os tribunais administrativos e Constitucional para revogar a medida, onde serão os juízes, que também sofrem cortes, a decidir. Os 408 juízes no topo da carreira perdem 550 euros mensais.

O presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP), António Martins, assume que os funcionários do Estado estão perante “um imposto encapotado” que não respeita a Constituição e que os funcionários poderão recorrer aos tribunais administrativos para impedir o corte nos salários, onde os juízes decidirão, apesar de também serem atingidos pela medida.

Página seguinte »