As Respostas “Oficiais” ao Conselho das Escolas