Eu sei que os tempos estão difíceis. Que há de novo muito medo, talvez tanto como em 2007, mas é tempo de o sacudir, mesmo que de modo prudente.

Por isso agradecia que, sob reserva de identidade ou não, me deixassem aqui ou enviassem para guinote2@gmail.com, casos de agrupamentos e escolas onde a avaliação intercalar não esteja a ser colocada em prática, ou em que se passe algo semelhante ao que aqui ficou descrito, com o beneplácito implícito ou activo das estruturas do ME.

Porque é tempo de reclamar pelo menos aquilo que é bem claro e decorre das regras em vigor e legisladas pelo próprio ME, não de qualquer acordo, inteiro, rasgado ou por rasgar.