Embora gostasse de aceder ao conteúdo jurídico. Acho que me ia divertir. Porque contra o ME na pessoa da ministra amiga, o que é que podem alegar?

Fenprof vai interpor acções nos tribunais portugueses e europeus contra Ministério da Educação

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) vai interpôr acções nos tribunais portugueses e europeus contra o Governo, na pessoa da ministra da Educação Isabel Alçada.

Relembremos aqui a mão cheia de nada que saiu da reunião de 9 de Abril, aquela em que se disse que o ME tinha aceite todas as condições da Fenprof.

Quanto à acta de 8 de Janeiro, para a História, para além dos sorrisos, poderá ficar sempre o elogio ao clima de diálogo.

Compreendo a necessidade extrema de ocupar espaço mediático, sendo esta uma manobra interessante nesse capítulo. Em termos jurídicos, a menos que seja no TAF de Beja, quer-me parecer que virá tudo devolvido à procedência. Mas até lá serão anunciadas as diversas etapas, desde a impressão do primeiro rascunho até à aceitação da primeira providência cautelar, se tudo correr ainda durante Novembro.

Depois… o silêncio.

Recordemos o concurso para contratados.

Eu pelo menos recordo-me das encomendas por sms ou mail.