Há que ir enlouquecendo sempre mais um pouco, para que a sanidade não se esgote logo.