Vai daí, alguém teve a peregrina ideia de bote salva-vidas de tanto soprar na piscina até que encapelasse.

Vai daí, críticos do tanque e ainda respingando do betão transportado, com azulejos à frente polisário, são forçados a notar o contratado que se afoga.

Vai daí, alguém do comité central diz algo imperceptível.

Atiram-se para o salvamento? Pensam, ao menos, numa bóia?  Não, atiram um manual… da marquise.

Podiam ter colocado m/f.

FENPROF apresenta “Guia de Sobrevivência do(a) Professor(a) e Educador(a) Contratado(a)”

Dia 1 de Setembro, quarta-feira, inicia-se um novo ano escolar. Neste dia, é suposto que todos os docentes se apresentem nas escolas. Devido ao escasso número de docentes que, nos últimos anos, ingressaram nos quadros e face ao elevado número de aposentações, os níveis de precariedade têm vindo a aumentar em ritmo acelerado, razão por que muitos dos que se apresentarão apenas têm, no seu horizonte profissional, a possibilidade de leccionarem mais um ano e não a de ingressarem na profissão.