Para além da quase completa ausência de estímulo. Basta ler o ECD na sua nova versão e perceber que o investimento num doutoramento, mesmo com facilidades, é uma enorme treta.

Podia concretizar aqui até com o meu exemplo, a quem foi aplicada em 2007 uma regra transitória retroactiva para transformar a equiparação de um doutoramento pré-Bolonha (feito em 2001-2006) em bolonhês mas depois os abraxes, leonéis e carlosmarques da treta acusam-me de estar a defender interesses pessoais.

O que interessa mesmo é fazer formações e pós-graduações em gestão e avaliação, que é considerado como formação especializada e dá fast-lane para órgãos de gestão e cargos de supervisão e avaliação.

Artigo 54.º
[…]
1 — A aquisição por docentes profissionalizados, integrados na carreira, do grau académico de mestre em domínio directamente relacionado com a área científica que leccionem ou em Ciências da Educação confere direito à redução de um ano no tempo de serviço legalmente exigido para a progressão ao escalão seguinte, desde que, em qualquer caso, na avaliação do desempenho docente lhes tenha sido sempre atribuída menção qualitativa igual ou superior a Bom.
2 — A aquisição por docentes profissionalizados, integrados na carreira, do grau académico de doutor em domínio directamente  relacionado com a área científica que leccionem ou em Ciências da Educação confere direito à redução de dois anos no tempo de serviço legalmente exigido para a progressão ao escalão seguinte, desde que, em qualquer caso, na avaliação do desempenho docente lhes tenha sido sempre atribuída menção qualitativa igual ou superior a Bom.